Imprimir

O Grupo de Pesquisa Dinâmica Biológica de Fragmentos Florestais – GP DBFF foi criado em 1979, é registrado no CNPq e validado pela Coordenação de Pesquisas e Acompanhamento das Atividades Finalísticas (COPAF - INPA). Antigamente, estava vinculado à Coordenação de Pesquisas em Ecologia do INPA, mas com a nova estrutura do Instituto, o GP passou a fazer parte da Coordenação de Dinâmica Ambiental da Amazônia (CODAM), um dos quatro focos institucionais voltados à pesquisa do INPA. O perfil de atuação do GP se encaixa adequadamente na CODAM porque os enfoques das pesquisas que o grupo desenvolve procura principalmente ampliar o conhecimento sobre a dinâmica ambiental de paisagens amazônicas fragmentadas – como consequência do processo de fragmentação florestal. Mesmo quando o enfoque do GP trata diretamente dos aspectos da biodiversidade, procura entender a dinâmica, composição e estrutura da fauna e/ou flora diante das alterações ambientais causadas pela fragmentação florestal ao longo do tempo.

Uma vez por ano, geralmente em março ou setembro ou em caráter excepcional, a participação do grupo é atualizada dentro da plataforma do CNPq (censos anuais). O Grupo tem uma característica dinâmica porque há um fluxo muito grande de alunos e projetos de curta duração (principalmente alunos de mestrado e doutorado), mas conta também com pesquisadores que tradicionalmente acompanham o monitoramento de longo prazo de variáveis climáticas, ecossistêmicas e de vários grupos taxonômicos. O GP DBFF é multi-institucional e conta com pesquisadores e alunos de vários Programas de Pós-Graduação no Brasil e no exterior.

A estrutura do GP é avaliada de tempos e tempos e atualmente pode ser dividida em cinco linhas principais de pesquisa. Pesquisadores e alunos estão encaixados em uma ou mais linhas apresentadas abaixo:

Acessos: 326